{ Resenha } A culpa é das estrelas, de John Green


Autor(a): John Green

Ano de lançamento: 2014

Número de páginas: 288

Gênero: Romance

Classificação: 5/5



Sinopse: Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante - o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos -, o último capítulo da sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no grupo de apoio de crianças com câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas. 

♦♦♦

Eu juro por Deus, gente, que eu tinha muito preconceito com romances, muito mesmo! Ninguém conseguia me fazer ler um por eu achar algo muito clichê, uma história muito parada e com certeza, muito melosa. Sinceramente falando, quando li este livro foi por que muita, mas muita gente mesmo estava lendo, elogiando, falando mil maravilhas e eu acabei ficando curioso. Mas não venham me chamar de leitor "pozer", todo mundo já passou por isso pelo menos uma vez na vida. 
Neste livro, John Green conta a história de Hazel Grace. Uma adolescente que é diagnosticada com câncer pulmonar. (Mas o interessante do livro é que o autor não buscar contar apenas a história da personagem principal, ele conta a vida das pessoas ao redor dela). Hazel, então, sabendo que está morrendo aos poucos, decide ir afastando as pessoas próximas a ela por que ela não queria vê-las sofrer quando partisse. Até que um dia, preocupados com o isolamento da filha, os pais de Hazel a obrigam a ir para um grupo de apoio á crianças com câncer. E ela simplesmente odeia esse grupo. 
Mas um certo dia ela conhece um garoto. Agustus Waters. Eles percebem que á uma sintonia entre os dois, o que acaba gerando uma amizade e, logo após, a amizado se transforma em um namoro. (Algo que, na minha opinião, aconteceu rápido demais). 
Acho que após essa parte as pessoas começam a pensar naquela velha história clichê de uma paciente terminal encontrar o amor da sua vida e, nele, vislumbrar a força que precisa para enfrentar a doença. Mas não é assim. Hazel, como toda adolescente tem um sonho. O dela era conhecer um famoso escritor que escreveu um livro sobre uma menina com câncer, e claro que Hazel se identifica com o livro, mas no final ela tem uma decepção, por que o autor termina o livro no meio de uma frase, deixando os leitores na mais absoluta interrogação do que possa ter acontecido com os personagens. 
E é ai que Augustos começa a desenvolver seu papel de "melhor-amigo/namorado", levando-a para conhecer esse tão famoso e misterioso escritor. 
Esse foi o livro que quebrou todos os meus preconceitos com romances. Foi o primeiro romance que eu li, e graças a ele, continuo lendo outros livros do gênero até hoje. E esse foi, também, o primeiro livro que me fez derramar lágrimas com essa história tão cativante e emocionante. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário